Publicado por Ana Ligia

Com o fim das férias, as crianças e adolescentes estão retomando à rotina escolar. E uma boa maneira de ajudar seu filho a começar o ano letivo com o pé direito é elaborar um plano de aprendizagem com ele.

O primeiro passo que os pais e mães devem dar nesse plano é ser uma fonte de admiração para eles. Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Estudos da Universidade Cambridge, na Grã-Bretanha, mostrou que o exemplo dos pais tem um grande impacto no desenvolvimento escolar dos filhos.

Roteiro de estudos para seu filho

Exemplos em casa

A pesquisa também apontou que as crianças e adolescentes que são consideradas como melhores estudantes têm uma espécie de mentor que serve como inspiração, mesmo quando esse alguém não possui grandes bases escolares.

Potencialize o ensino do seu filho fazendo um roteiro de estudos

Foto: depositphotos

Muitas vezes é difícil para alguns genitores acompanhar de perto a vida escolar dos filhos, principalmente, pela falta de tempo. Mas a ajuda dos familiares é uma das melhores formas de motivar a criança ou adolescente a alcançar bons resultados na escola e na vida.

Segundo a coordenadora pedagógica Thalita Thomé, o ideal é conversar com o seu filho para ouvir quais são as atividades extracurriculares que o interessam para que seja criado um roteiro de estudo diário baseada no que for melhor para todos.

Aprender brincando

“Período para brincar também é muito importante, afinal, essa atividade desenvolve habilidades cognitivas e é essencial na infância. Isso deve ser levado em consideração para que os filhos não estejam tão atarefados a ponto de perderem todo o tempo livre”, revela a especialista.

Leitura

E uma das atividades extracurriculares que devem existir no roteiro escolar do seu filho é a leitura, principalmente se ela sair um pouco do que é exigido na escola. Essa prática é fundamental para ajudar a desenvolver a imaginação, criatividade e outras habilidades cognitivas das crianças, além de melhorar a compreensão e produção de textos.

“Para iniciar essa prática de maneira prazerosa, sugiro três livros recheados de fantasia e conhecimento, as dicas são: “Bruxa, Bruxa, venha a minha festa”, “A menina bonita do laço de fita” e “Pedro e Tina”. Essas histórias abordam de forma muito bacana a diversidade de raças, laços de amizades e como enfrentar o medo, temas muito propícios na infância”, indica.

Tecnologia

E quando o assunto é a geração Y, não se pode deixar de falar sobre tecnologia. A especialista sugere que haja uma interação entre tecnologia, brincadeiras e jogos a um projeto pedagógico. Isso é condição essencial para atrair a atenção dos pequenos e possibilitar um aprendizado mais eficiente.

Veja mais!