Publicado por Débora Silva

Ao pensarmos e falarmos da formação do povo brasileiro, uma palavra logo vem à nossa mente: diversidade. De fato a história da formação do povo brasileiro tem longa duração e diversas personagens, destacando-se a questão da diversidade que assegura a riqueza da população que vive neste país.

O antropólogo Darcy Ribeiro afirma, em sua obra intitulada “O Povo Brasileiro”, que os brasileiros se sabem, se sentem e se comportam como uma só gente, todos pertencentes a uma mesma etnia, uma etnia nacional, um povo-nação.

Povo brasileiro

Foto: Reprodução

A formação do povo brasileiro

No processo de ocupação do continente americano, ao longo da história, várias comunidades se organizaram no interior e na região litorânea do território. Dentre as culturas mais antigas, podem ser citadas a antiga civilização marajoara, na região Norte do país, e os povos sambaquis, que se espalharam por diversas regiões litorâneas do Sudeste e do Sul.

Os diversos povos indígenas, vivendo em suas comunidades marcadas pela pluralidade, eram os principais habitantes das vastas terras brasileiras até o século XVI. Este quadro mudou no ano de 1500, com a chegada dos portugueses no nosso país. Interessados na exploração e conquista de novos territórios e outras riquezas, os colonizadores portugueses entraram em contato com os indígenas que aqui viviam e este relacionamento acabou originando a nossa primeira geração de mestiços, constituindo o primeiro momento da miscigenação do povo brasileiro.

Tempos depois, os povos de origem africana chegaram – de maneira violenta e injusta – ao território brasileiro, trazidos pelos portugueses para trabalharem como escravos. Assim como os indígenas, os africanos também sentiram a exploração e a dominação dos portugueses. Mesmo com toda a exploração e opressão de sua própria cultura, os africanos deixaram as suas marcas na identidade histórica e cultural do povo brasileiro.

No decorrer das idades moderna e contemporânea, outros povos de origem europeia chegaram ao Brasil e contribuíram para a formação da diversidade que vemos hoje. Dentre estes povos estão os espanhóis, franceses, holandeses, alemães, japoneses, italianos, eslavos e muitos outros.

Os “brasis”

No livro “O Povo Brasileiro”, o antropólogo Darcy Ribeiro aborda a história da formação étnica e cultural do povo brasileiro.

Nesta obra lançada no ano de 1995, o autor estabelece 5 “brasis” diferentes: O Brasil sertanejo, O Brasil crioulo, O Brasil caboclo, O Brasil caipira e o Brasil sulino.

Apesar das diferenças, os brasileiros são um só povo, todos pertencentes a uma mesma etnia, a etnia nacional. O povo brasileiro é um “povo-nação”, como afirma Darcy Ribeiro.

Veja mais!