Publicado por Débora Silva

Muitas palavras da nossa querida língua portuguesa causam dúvidas quanto à sua grafia, como é o caso da palavra “estupro”. Ou seria “estrupo”? Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, a palavra “estrupo” também existe no nosso idioma, sendo um termo antigo que atualmente está em desuso e, por isso, é desconhecido entre os falantes.

As palavras “estrupo” e “estupro” existem na língua portuguesa, mas possuem significados completamente diferentes e não devem ser confundidas.

A pronúncia e a grafia correta dos vocábulos costumam provocar muitas dúvidas entre os falantes da língua portuguesa. Neste artigo, abordaremos a escrita e o significado dos vocábulos “estrupo” e “estupro”.

Significado de “estrupo”

Qual a escrita correta: 'estrupo' ou 'estupro'? Descubra

Foto: depositphotos

O termo “estrupo” é um substantivo comum masculino. Trata-se de um antigo sinônimo de tropel, ruído ou tumulto, sendo usado para indicar situações barulhentas ou tumultuosas.

Atualmente, a palavra está em desuso e, por isso, é desconhecida entre os falantes.

De acordo com o site “Dicionarioegramatica.com”, o termo pode ser encontrado em alguns dicionários atuais,como o Aulete e o Priberam; além de vários antigos, como o “Grande diccionario portuguez ou Thesouro da língua portugueza”, de Domingos Vieira, publicado em 1873. Para você ter uma ideia, naquele tempo a palavra já era considerada antiga.

Significado de “estupro”

Muitos falantes da língua portuguesa escrevem a palavra “estupro” incorretamente. O termo possui o sentido de violação, violência sexual, crime sexual e só pode ser escrito dessa maneira.

O substantivo comum masculino “estupro” é usado para descrever situações em que alguém é forçado a ter relações sexuais contra a sua vontade, ou seja, trata-se de um crime.

 

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).

Veja mais!