Publicado por Débora Silva

A língua portuguesa possui algumas palavras com grafias muito semelhantes, fato que pode causar confusão entre os falantes, como, por exemplo, as palavras “tem” e “têm”. Ambas existem na língua portuguesa e estão corretas, sendo formas conjugadas do verbo “ter” no presente do indicativo.

Confundir o emprego desses termos é algo comum, mas é bastante simples detectarmos a diferença entre eles. Uma forma deve ser usada no singular; outra, no plural. Saiba mais neste artigo.

Tem: 3ª pessoa do singular

A forma “tem”, sem acento circunflexo, está na 3ª pessoa do singular: ele/ela tem.

Quando usar 'tem' e 'têm'? Aprenda a forma correta e quando usá-la

Foto: depositphotos

Observe atentamente os exemplos a seguir:

-Joana (ela) tem cabelos longos.
-Ele tem dois carros.
-Rafaela tem os mesmos desejos há muitos anos.
-“Nosso céu tem mais estrelas.” (Gonçalves Dias)
-Paulo tem uma família pequena.

Têm: 3ª pessoa do plural

A forma “têm”, com acento circunflexo, está na 3ª pessoa do plural: eles/elas têm.

Confira os exemplos a seguir:

-As palavras têm o poder de alegrar ou entristecer.
-Miguel e Raquel têm uma família grande.
-Eles têm os mesmos desejos há muitos anos.

Conjugação do verbo “ter” no presente do indicativo

Eu tenho
Tu tens
Ele/ela tem
Nós temos
Vós tendes
Eles/elas têm

Viu como é simples? Basta lembrar que devemos usar a forma “tem” para o singular e “têm” para o plural. É importante ressaltar que a diferença na grafia continua com a reforma ortográfica.

Lembre-se também que não existe a grafia “têem”!

 

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).

Veja mais!