Publicado por Anna de Cássia

Ernesto Rafael Guevara de La Serna, que depois ficou conhecido como Che Guevara, foi uma pessoa muito importante no cenário histórico-político mundial, principalmente na América Latina, pois ele foi líder de revoluções comunistas em vários países e teve uma morte heroica, tornando-se um símbolo de revolução e idealismo, chegando a ser idolatrado por várias pessoas.

Quem foi Che Guevara?

Foto: Reprodução

Biografia de Che Guevara

Ernesto nasceu em 1928 numa cidade chamada Rosário, que fica na Argentina. Durante a infância ele teve vários problemas de saúde, entre eles respiratórios, que o impediam de brincar com as outras crianças, e por isso ele acabou dedicando muito do seu tempo aos estudos.

Che se formou em medicina, com especialização em doenças alérgicas, mas não seguiu a carreira por muito tempo. Ainda jovem, Ernesto decidiu juntar-se a um amigo para realizar um grande sonho: os dois viajaram mais de 10 mil quilômetros em cima de uma moto velha, passando por vários países da América do Sul.

Foi nessa viagem que Che criou uma consciência política, após ver com seus próprios olhos a realidade de miséria das pessoas, e conhecer as teorias de Karl Marx, que lhe foram apresentadas por um amigo que ele fez durante a viagem. Isso foi o suficiente para fazer Ernesto se tornar comunista e abandonar a medicina para iniciar suas lutas políticas.

Revolução Cubana

Em 1955 Che resolveu participar da guerrilha de Cuba, que era um grupo armado que lutava contra a ditadura e o autoritarismo do governo da época. Ao lago de Fidel Castro, Che foi liderando a guerrilha. Eles foram cada vez mais adentrando no país, escondidos entro da floresta, e recrutando camponeses para participar da guerrilha.

Em 1959 o grupo revolucionário liderado por Guevara e Castro conseguiu finalmente derrubar o presidente de Cuba, Fulgêncio Batista, e tomar o poder. Mudaram o sistema político do país de capitalismo para socialismo, e Fidel Castro tornou-se o novo presidente.

Diferente do amigo, Che não quis governar Cuba, pois seu desejo era continuar fazendo guerrilhas em outros lugares para conseguir livrar mais pessoas da ditadura. Por isso ele viajou para outros países, como o Congo, na África, para lutar em guerrilhas contra o governo, porém em nenhuma delas teve sucesso.

A morte de Che Guevara

Em 1967 Ernesto foi para a Bolívia lutar nas guerrilhas que se formavam por lá, que igual à de Cuba, tentavam derrubar o governo ditatorial e instaurar um regime comunista. Porém, os militares da Bolívia se juntaram com os dos Estados Unidos para fazer uma emboscada para Che na floresta. O capturaram, julgaram como líder perigoso que ameaçava o regime capitalista, e o mataram no dia seguinte, 9 de outubro de 1967.

Veja mais!