Publicado por André Luiz Melo

Ele é líquido, tem cor vermelha e está presente no organismo de todos os seres humanos. Certamente você já deve ter percebido que estamos falando do sangue, um tecido vivo que circula e é produzido no nosso corpo.

A formação do sangue tem como componente principal o plasma, que corresponde a uma parte líquida formada sobretudo por água e outros elementos celulares chamados de eritrócitos, leucócitos e plaquetas.

O transporte de oxigênio pelo corpo é realizado pelos eritrócitos, enquanto que as plaquetas fazem a coagulação e os leucócitos atuam no processo defensivo.

Sangue: tecido vivo que circula no interior do nosso corpo

Foto: depositphotos

Produção do sangue

A produção do sangue ocorre, sobretudo, dentro dos ossos chatos, estruturas que possuem espessura excessivamente mínima. As vértebras, costelas, ossos do quadril, crânio e externo são exemplos claros desses ossos chatos. Já em crianças, a produção de sangue é desempenhada por quase todas as estruturas ósseas. A produção de sangue, durante a gravidez, se dá também pelo saco vitelínico, fígado e baço.

A fabricação das células do sangue é de responsabilidade da medula óssea vermelha (não confundir com a medula espinhal do sistema nervoso central). A medula óssea vermelha fica situada no interior dos ossos e tem como característica principal uma consistência gelatinosa.

Ao passo que os ossos vão desenvolvem uma estrutura com nível mais elevado de gordura ela vai assumindo o lugar da medula óssea. Essa nova estrutura é chamada de medula óssea amarela. A mesma não é capaz de originar células sanguíneas e, devido a isso, nos adultos nãos são todos os ossos capazes de fabricar componentes do sangue.

Hematopoiese ou hemopoiese

Tanto hematopoiese como hemopoiese são expressões que representam o processo de produção das células do sangue. A fabricação da célula chamada de hemocitoblasto, também conhecida como hematopoiética ou célula-tronco, constitui a etapa inicial desse processo. É a partir dessa célula onde são originados os eritrócitos, leucócitos e megacariócitos.

A fragmentação dos eritrócitos, leucócitos e megacariócitos é o processo responsável pela formação das plaquetas. Ou seja, as plaquetas não podem ser consideradas células, apenas fragmentos celulares.

A formação do plasma sanguíneo, parte líquida, se dá por meio da água que os seres humanos ingerem, esta que é internalizada no organismo e penetra na corrente sanguínea através do intestino. É a partir dessa água que são dissolvidos os hormônios, sais, proteínas e outras substâncias que, posteriormente, dão origem ao plasma.

Veja mais!