Publicado por Lia Vieira

Quando falamos da história da literatura infantil no Brasil, é impossível deixar de citar o escritor Monteiro Lobato, que viveu nos anos de 1882 à 1948.

Monteiro Lobato foi o precursor da literatura para crianças e, até os dias de hoje, suas histórias encantam o público infantil, estando ainda vivas, através de seus livros e seriados de televisão, como é o caso do clássico, Sítio do Picapau Amarelo.

sitio-do-picapau-amarelo-monteiro-lobato-e-personagens

Monteiro Lobato e o Sítio do Picapau Amarelo

O escritor nasceu em Taubaté, cidade localizada no interior de São Paulo, e formou-se em Direito, se tornando advogado ainda muito jovem. Ao receber de herança uma fazenda, sua vida tomou uma reviravolta, onde passou a se dedicar à escrever, atividade que sempre gostou.

Em suas histórias encontramos a evidência de uma imaginação forte, com muito amor pelo Brasil e uma grande intimidade ao meio rural.

Mensagens importantes

Dentro de seus contos no Sítio do Picapau Amarelo, Lobato buscava uma didática inteligente e, através de suas fabulas, procurava educar e incentivar o gosto pela leitura focado em seu público infantil.

Transmitia mensagens positivas através de suas histórias, desenvolvendo grandes e marcantes personagens.

Personagens e a história do Sítio do Picapau Amarelo

  • Narizinho: uma menina de nariz empinado, que na verdade se chama Lúcia, neta de Dona Benta. Inteligente e com uma adoração por jabuticabas, a menina é prima de Pedrinho e, possui como melhor amiga a Emília, uma boneca de pano;
  • Pedrinho: neto de Dona Benta. Anda sempre com seu estilingue no bolso, criou o Visconde utilizando um sabugo de milho;
  • Emília: a boneca feita de retalhos de pano, é a grande amiga de Narizinho. É bastante irreverente, falante e divertida, possui um baú cheio de objetos e coisas esquisitas que guarda de suas aventuras;
  • Visconde de Sabugosa: logo que ganhou vida, era do tamanho de um sabugo de milho, mas ele tomou uma pitada de fermento e ficou do tamanho de uma pessoa normal. É muito sábio, usa uma cartola na cabeça e um paletó verde. Passa a maior parte do tempo em seu laboratório desenvolvendo grandes invenções, como é o caso do pó de pirlimpimpim;
  • Dona Benta: é a avó de Pedrinho e Narizinho, uma senhora inteligente e muito carinhosa que sempre acompanha de perto as aventuras de seus netos;
  • Tia Nastácia: é a empregada do sítio. Foi ela quem fez a Emília de retalhos de pano de uma saia velha. É, além disso, uma grande cozinheira que está sempre preparando bolinhos para o pessoal do sítio;
  • Quindim: um rinoceronte que fugiu do circo e foi morar no Sítio do Picapau Amarelo, se tornando um grande amigo da turma;
  • Tio Barnabé: é o ajudante de Dona Benta nos trabalhos do sítio. É um homem da roça, e ensinou Pedrinho a caçar Sacis;
  • Saci Pererê: é um menino de uma perna só que tem uma carapuça vermelha na cabeça, fuma um cachimbo e anda em redemoinhos de vento. Se tornou amigo de Pedrinho depois que ele o prendeu em uma garrafa;
  • Cuca: é uma bruxa que tem o corpo de jacaré, dorme em uma caverna no meio do mato e adora fazer maldades com o pessoal do sítio (a vilã da história).

Veja mais!