Publicado por André Luiz Melo

O agrupamento de células que se assemelham e executam uma mesma função nos seres humanos é chamado de tecido. Já nos animais este conjunto é denominado de tecido animal. Agora vem o nosso assunto principal: como nesses dois grupos de seres vivos, as plantas também possuem semelhantes conjuntos de células, as estes a biologia trata como tecidos vegetais.

Tecidos vegetais

Foto: Reprodução

Na biologia, anatomia vegetal é o nome dado a área que estuda, pesquisa e se aprofunda no conhecimento sobre os tecidos vegetais. Da mesma forma que em outros conjuntos de seres vivos, os vegetais também são dotados de tecidos que envolvem, conservam e conduzem nutrientes para todo o organismo das plantas. Entre os principais temos:

Floema

Este é um tipo de tecido complexo que tem funcionamento enquanto agente transportador de substâncias em plantas vasculares. O floema é responsável por conduzir compostos orgânicos, entre os quais temos a seiva elaborada, esta que é um tipo de solução aquosa forma, essencialmente, por açúcares e aminoácidos.

Xilema

Parecido com o floema, o xilema é um tecido também complexo e capaz de transportar substâncias orgânicas em espécies de vegetais vasculares. Seu diferencial está no tipo de composto a ser conduzido, como é o caso da seiva bruta, esta que é composta por água e sais minerais.

Epiderme vegetal

Considerado como a variação de tecido mais externa em uma planta, a epiderme vegetal exerce a função básica de revestir o organismo da espécie, além de ter ligação com outras atividades no organismo da planta.

Na epiderme vegetal estão localizadas estruturas denominadas de estômatos, estas que estão diretamente ligadas com as trocas gasosas. É nessa epiderme que ainda estão os tricomas, agentes que atuam na defesa do vegetal contra seres herbívoros e contra a perda excessiva de água pela transpiração.

Parênquima

Integrante do sistema fundamental e encontrada em todas as espécies de vegetais, a parênquima tem diversas funções como a ocupação de espaços, promoção da fotossíntese e o armazenamento de substâncias em determinados tipos de plantas.

Colênquima

Tecido muito semelhante ao parênquima, o colênquima possui característica diferenciada apenas pela densidade das paredes de suas células. A principal função do colênquima é sustentar as plantas que ainda estão em processo inicial de desenvolvimento.

Esclerênquima

Também do sistema fundamental, o tecido esclerênquima tem o papel principal de dar sustentação ao organismo da planta adulta. Suas paredes celulares são fortificadas pela lignina, esta que promove resistência e impossibilita a troca de substâncias.

Veja mais!