Publicado por Natália Petrin

Você já se pegou na dúvida sobre escrever trás ou traz em situações diversas? Qual é a forma correta, com “s” ou com “z”?

Fique tranquilo! Pois você, com certeza, não está sozinho.

As duas palavras são homófonas, ou seja, apresentam o mesmo som – igualdade fonética –, mas carrega significados diferentes, assim como a ortografia. Essa dúvida acaba tomando conta de muitas pessoas quando começam a escrever, mas vamos resolver isso agora, certo?

Qual a correta?

A resposta certa para isso é: as duas. Exatamente. As duas formas de escrita estão corretas. Mas como saber qual usar? Cada uma delas tem um significado distinto, apesar de ambas aparecerem na língua portuguesa como corretas. Elas apresentam muitas diferenças, confira:

Trás ou traz: saiba qual a forma correta

Imagem: Reprodução/ internet

Diferenças

Trás: trás, com acento e com “s” é classificado como um advérbio de lugar e sempre vem acompanhado de preposição que, normalmente, é “de” ou “para”. Dessa forma, acaba formando uma locução adverbial. Confira:

Ex.: “Nunca olhe para trás, o que passou, passou”

“As crianças menores de 10 anos devem sempre ser transportadas no banco de trás do veículo”

“Não gosto de quem chega por trás para assustar”

“O rio que fazia volta atrás de nossa casa era a imagem de um vidro mole que fazia volta atrás de casa. Passou um homem depois e disse: Essa volta que o rio faz por trás de sua casa se chama enseada. Não era mais a imagem de uma cobra de vidro que fazia uma volta atrás de casa. Era uma enseada. Acho que o nome empobreceu a imagem”

(Manoel de Barros)

Traz: traz, sem acento e com “z”, por sua vez, é a forma conjugada do verbo trazer na 3ª pessoa do singular do presente do indicativo, ou ainda na 2ª pessoa do singular no imperativo. Confira:

Presente do indicativoModo imperativo
Eu trago
Tu trazesTraz tu
Ele/ela trazTraga ele/ela
Nós trazemosTragamos nós
Vós trazeisTrazei vós
Eles/Elas trazemTragam eles/elas

Nesse caso, traz faz referência ao verbo trazer, que significa levar, transportar um determinado objeto para perto de quem se fala. Se trata, no entanto, de um verbo irregular, não se encaixando nos parâmetros normais de conjugação, por isso acaba trazendo bastantes dúvidas aos falantes.

“Traz feijão e batata para o almoço!” (2ª pessoa do singular do imperativo)

“Ele traz sua filha ao colégio diariamente.” (3ª pessoa do singular do presente do indicativo)

“Tenho paciência e penso: todo o mal traz consigo algum bem” (Ludwig Beethoven).

Veja mais!