Geografia

Tundra

A tundra, também conhecida pelo nome de tundra ártica, é um tipo de vegetação que se desenvolve em regiões próximas ao Ártico. Trata-se de um conjunto de diferentes ecossistemas que crescem com temperaturas normalmente abaixo de zero grau. Sua vegetação é rasteira e pode ser encontrada facilmente no norte da América, Europa, Sibéria, Canadá, Noruega, Finlândia e Alasca. Seu nome tem origem finlandesa da palavra “Tunturia”, que significa “planície sem árvores”.

Tundra

Foto: Reprodução

Como encontrar?

O início do desenvolvimento da tundra ocorre quando regiões polares com clima frio, seco e com pouca chuva, ficam cobertas de gelo e, como a vegetação se desenvolve apenas com pouca quantidade de sol, suas principais características de formação são através de fungos, liquens, musgos e ervas, que acabam se proliferando com facilidade quando estão cobertas pela neve. Mas atenção, é apenas com a chegada do verão, com temperaturas de aproximadamente 10°C, que é possível visualizar o seu crescimento. Nas regiões onde a tundra se desenvolve não existe concentração de floresta ou grandes árvores.

Animais e sua busca por alimentos

Durante o rigoroso inverno, a maioria dos animais da região migra para outras regiões, em busca de alimentos como aves e grandes mamíferos, mas alguns animais permanecem, como é o caso do urso-polar (que tem o costume de hibernar), raposa, caribus, e as lebres. Com a chegada do verão, muitos animais buscam por alimentos ricos em bioma, animais de pequeno, médio e grande porte, em sua grande maioria herbívoros, como lebres do ártico, renas, lemingues, entre outros, que acabam sobrevivendo nestas regiões através da vegetação tundra.

Tipo de solo ideal para a tundra

A tundra habita solos permafrost ou pergelissolo, um tipo de solo que quase sempre se encontra congelado, dificultando ao máximo a entrada de raízes e assim a vida de plantas que pretendem alcançar profundidade no solo.

Tundra alpina

A tundra alpina recebe este nome por se formar em regiões de cadeias montanhosas, como por exemplo, nos Alpes, onde também possui baixas temperaturas. Nestes casos a tundra alpina pode chegar a ocupar até mesmo um quinto da superfície da montanha, mantendo assim a existência de sua fauna e flora.

Tundra, o maior bioma do planeta

Muitos pesquisadores consideram a tundra como uma vegetação pobre, no entanto, esse tipo de vegetação é conhecido como um dos maiores biomas do planeta, em relação a sua grande extensão territorial, permitindo que exista vida animal em regiões pouco favoráveis.