Publicado por Priscila Melo

Quando estamos estudando Português, sempre chegamos a algum momento aos verbos. Utilizamos os verbos diariamente, seja na escrita ou na fala e na escola aprendemos como utilizá-los corretamente, não é mesmo? Quando falamos de alguma ação praticada ou que aconteceu em determinado local, usamos os verbos para representa-las. Mas você sabe dizer como um verbo é constituído? Quais são os elementos dos verbos? Você verá um pouco sobre isso agora.

Vogal temática

Foto: Reprodução

As estruturas das formas verbais

Para compreender a vogal temática, que é o tema de hoje, é preciso compreender primeiro a estrutura das formas verbais. Essa estrutura é formada por três elementos, são eles: o radical, a vogal temática e as desinências. Chamamos esses três elementos de morfemas, pois os morfemas são aquelas unidades mínimas de significação, as quais constituem os vocábulos. Entre esses três elementos você irá conhecer agora um pouco mais sobre as vogais temáticas.

As vogais temáticas

Dizemos que uma vogal temática é apenas uma pequena letra que é responsável por fazer a ligação entre o radical e as desinências. A vogal temática é uma vogal que serve para indicar a conjugação de um verbo e fica depois do radical, formando uma base para receber as desinências. Na língua portuguesa classificamos as vogais temáticas em três tipos:

  • Vogal “a” – que caracteriza os verbos da primeira conjugação, por exemplo: amar, falar, cantar, brincar, dançar, pular.
  • Vogal “e” – que caracteriza os verbos da segunda conjugação, por exemplo: escrever, comer, fazer, beber, viver, receber.
  • Vogal “i” – que caracteriza os verbos da terceira conjugação, por exemplo: rir, fugir, assistir, surgir, cair, desistir.

O verbo pôr e os seus derivados (depor, compor, supor, dispor, etc.), pertencem à segunda conjugação, isso acontece porque na verdade a vogal temática desse verbo é “e”, pois esta palavra é de origem da forma portuguesa arcaica poer, que vem do latim ponere. Dizemos que o conjunto formado pelo radical e pela vogal temática de um verbo recebe o nome de tema.

Vogal temática verbal

Podemos classificar ainda a vogal temática como verbal, e essa por sua vez subdivide-se em mais três tipos:

  • A vogal “a” – para os verbos da primeira conjugação – ar
  • A vogal “e” – para os verbos da segunda conjugação – er
  • A vogal “i” – para os verbos da terceira conjugação – ir

Veja agora um exemplo da vogal temática:

O verbo assistir

Veja duas formas desse verbo: assistiremos (1ª pessoa do plural, futuro) e assistiríamos (1ª pessoa do plural, pretérito imperfeito). É possível identificar nelas:

  • o radical ass-
  • a vogal temática –i
  • o elemento -mos, comum às duas formas e que, associado ao pronome nós, traz uma marca de pessoa (a primeira) e de número (plural)

Vogal temática nominal

Podemos classificar ainda a vogal temática como nominal, e essa por sua vez subdivide-se em mais três tipos:

  • A vogal “a” – para os substantivos terminados em “a” – casa, mala.
  • A vogal “o” – para os substantivos terminados em “o” – livro, carro.
  • A vogal “e” – para os substantivos terminados em “e” – sorte, gole.

Veja mais!