Publicado por André Luiz Melo

Uma classe gramatical que possui diversas flexões que se referem a tempo, modo, número, voz e pessoa. Se você pensou em verbo, acertou. E é sobre essa classe que se faz importante compreender suas vozes. As mesmas têm relação direta com a forma como se mostra a ação, em relação ao sujeito, expressa pelo verbo.

Mas antes de compreender as vozes do verbo é importante relembrar alguns detalhes sobre o sujeito de uma oração, este que sempre tem em sua estrutura um ou mais de um verbo.

Recapitulando o sujeito

Exemplo: José leu a revista.

O nome “José” tem papel de sujeito na oração citada. Já o termo “leu a revista”, compreende o predicado. Sem dúvida? Então continuemos.

Assim, é momento de entender quem pratica a ação. Ou seja, o ato de ler “a revista”. Bom, não há dúvidas que foi “José”.

Agora relembremos o conceito geral de vozes do verbo: As vozes do verbo são identificadas pela relação entre o sujeito.

De tal modo que existem, assim, quatro tipos de vozes.

Vozes do verbo

Foto: Reprodução

Voz ativa

A ocorrência da voz ativa se dá em uma oração cujo o sujeito pratica a ação.

Como exemplo disso temos a oração citada há pouco: José leu a revista. Isso porque o sujeito (“José”) foi quem praticou a ação de ler “a revista”. Assim, nessa oração “José” também pode ser identificado como agente.

Voz passiva

Este tipo de voz é caracterizado quando o sujeito é o receptor da ação expressa pelo verbo da oração. Ou seja, é um sujeito chamado de paciente. Vejamos um exemplo com a mesma oração explicada anteriormente:

A revista foi lida por José.

Perceba que o sujeito, desta vez expresso por revista, sofreu a ação de ter sido lida por alguém. Ou seja, “foi lida por José”.

Voz reflexiva

Está é aquela a qual o sujeito, ao mesmo tempo, pratica e recebe a ação ora expressa pelo verbo. Vejamos o exemplo:

A menina se contaminou com um material tóxico.

Observe que no exemplo citado a “menina” foi quem praticou a ação (“de se contaminar” usando o material tóxico).

Já a consequência disso foi a “de se contaminar” com esse mesmo material. Ou seja, ela sofre a ação (de se contaminar a si própria).

Voz reflexiva recíproca

Este tipo de voz do verbo se dá em orações cuja ação expressa pelo verbo se refere a dois elementos do sujeito. Isso ocorre de forma mútua. Confira no exemplo a seguir:

As duas amigas cumprimentara-se.

Assim, entendemos que tanto uma quanto a outra amiga cumprimentaram-se de forma recíproca.

Veja mais!