Publicado por Natália Petrin

Em algum desenho animado, filme ou documentário você já deve ter visto algo sobre alguns animais que dormem por vários dias no inverno, certo? A essa capacidade, chamamos de hibernação, que é realizada por animais diversos, como os esquilos, morcegos, hamsters e ouriços.

O que é?

A hibernação é o nome dado ao processo de profunda dormência em que alguns animais entram para superar um período de muito frio, além da indisponibilidade de alimentos comum nessa época.

Os animais que hibernam, nestes períodos, entram em um sono profundo com o metabolismo mais lento, além dos batimentos cardíacos mais lentos e a temperatura mais baixa, que pode chegar aos 5°C. Durante esse período, os animais podem acordar para urinar, mas retornam ao estado de sono profundo rapidamente.

O que é hibernação?

Foto: Reprodução/ internet

Fases

A hibernação é dividida em pré-hibernação, ingresso na hibernação e despertar da hibernação, que serão explicados a seguir:

Pré-hibernação: período em que o animal se prepara para a fase de dormência, comendo muito ou fazendo estoque de alimentos. Com o aumento do peso, há o armazenamento de lipídios que, posteriormente, durante a hibernação, serão queimados pelo corpo para obter energia.

Ingresso na hibernação: trata-se da hibernação propriamente dita em que há a redução do metabolismo, dos batimentos cardíacos, da temperatura e da respiração.

Despertar da hibernação: o animal hibernante, neste período, começa a retomar as suas atividades metabólicas, voltando a respirar normalmente e aumentando a sua temperatura e os batimentos. É, neste processo, queimada a gordura conhecida como gordura marrom.

Importância

A hibernação é importante para que os animais possam sobreviver, uma vez que o período é muito frio e tem poucos alimentos. Nisso ele passa a fase toda de perigo gastando a energia acumulada, sem ter que sair de seu abrigo.

Curiosidades

Jacarés e alguns peixes e crustáceos podem reduzir o metabolismo quando há um aumento na temperatura, ou ainda quando há a diminuição da disponibilidade de água para consumo – na forma líquida. Essa “hibernação” recebe o nome de estivação.

Entre os biólogos existe uma controvérsia entre o que é a hibernação ou o simples sono. Para alguns deles, por exemplo, o urso não hiberna. O que acontece é que ele dorme, sim, mas a temperatura de seu corpo permanece relativamente alta, o que faz com que ele não seja um verdadeiro hibernante, segundo cientistas.

Veja mais!