Publicado por Pollyana Batista

No dia 29 de maio de todos os anos é comemorado o Dia do Geógrafo. Em homenagem à data, foi fundado o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A área de estudo desse profissional é a interação entre os diversos sistemas espaciais, que podem ser sociais, econômicos, políticos, geológicos, biogeográficos etc.

O geógrafo pode atuar em diversos setores. Se você quer ser um geógrafo, veja quais são as aptidões aconselháveis para um bom profissional, de acordo com a Associação de Geógrafos Brasileiros (AGB): “capacidade de ler e interpretar variados documentos (paisagens, fotografias, imagens de radar, cenas orbitais, mapas, gráficos, tabelas, textos); raciocínio analítico e sintético; mentalidade científica; desejo de ser útil à sociedade; gosto e disponibilidade para os trabalhos de campo; sensibilidade para as questões relacionadas aos processos de produção do espaço (questões ambientais, sociais, econômicas, políticas e culturais)”.

Ainda segundo a AGB, esses profissionais formados podem exercer papéis importantes nas áreas ambiental, planejamento, cartografia, hidrografia, meio físico e turismo. Conheça mais sobre essa profissão, que é regulamentada pelas Leis n. 6.664/79 e 7.399/85.

As áreas de atuação do geógrafo

O geógrafo atua no estudo da interação entre os diversos sistemas espaciais

Esses profissionais podem exercer papéis importantes nas áreas ambiental e cartografia (Foto: depositphotos)

Geógrafo na área ambiental

Você sabe o que faz um geógrafo na área ambiental? Ela é responsável por fazer o monitoramento ambiental, desenvolver planos e relatórios sobre o controle ambiental. Esse profissional também pode fazer avaliações, dar pareceres, laudos, perícias e gerenciar os recursos naturais, além de elaborar estudos sobre o impacto ambiental.

Geografo na área de planejamento

Todo Governo deve contar com plano diretor urbano, rural e regional e o profissional apto para fazer isso é o geógrafo.

Segundo a Associação de Geógrafos Brasileiros, ele também faz: “ordenamento territorial; elaboração e gerenciamento de Cadastros Rurais e Urbanos; implantação e gerenciamento de Sistemas de Informações Geográficas; estruturação e reestruturação dos sistemas de circulação de pessoas, bens e serviços; pesquisa de mercado e intercâmbio regional e inter-regional; delimitação e caracterização de regiões para planejamento; e estudos populacionais e geoeconômicos”.

Veja também: 8 de maio e o Dia do Artista Plástico

Geógrafo na área cartográfica

Um geógrafo é um especialista em cartografia. Que nada mais é do que mapear territórios urbanos, distritos ou regiões. O mapeamento a ser realizado por ser o básico ou temático.

Espaços menos comuns, como áreas de relevo também são suas atribuições. Dá para fazer ainda: “cálculo de áreas; transformação e cálculo de escalas; locação de pontos ou áreas por coordenadas geográficas; interpretação de fotografias aéreas e imagens de satélite; e geoprocessamento e cartografia digital”.

Geógrafo na área hidrográfica

Em relação aos rios, um geógrafo pode delimitar e traçar um plano para o manejo nas bacias hidrográficas, avaliar e estudar o potencial dos recursos hídricos e controlar o escoamento, erosão e assoreamento dos cursos da água.

Geógrafo no meio físico

A Associação de Geógrafos Brasileiros também afirma que o geógrafo pode atuar na caracterização do meio físico, bem como fazer planos para recuperar áreas degradadas e fazer pesquisas geomorfológica. É possível ainda trabalhar com a climatologia e com a energia do relevo.

Veja também: 16 de maio e o Dia do Gari

Geógrafo na área de turismo

Pouco relacionado à área, o geógrafo pode ainda trabalhar no setor de turismo! Isso mesmo! Ele aprenda na faculdade a fazer o levantamento do potencial turístico de cidadãs, vilas ou regiões.

A partir disso, ele pode desenvolver projetos e serviços para a implantação do turismo ecológico, além de gerenciar polos turísticos importantes.

Veja mais!