Publicado por Katharyne Bezerra

Já leu artigos ou assistiu vídeos no youtube e ainda não aprendeu como jogar xadrez? Algum amigo já tentou lhe explicar as regras desse jogo e você se embaralhou ainda mais com o assunto? Então esse artigo é para você!

Conversamos com o professor de xadrez Luiz Marinho, que explicou detalhadamente como se joga xadrez e quais as regras dessa brincadeira que também pode ser um esporte. O profissional ainda esclareceu diversas dúvidas a respeito do jogo.

Por isso, nesse artigo do Estudo Kids você não só vai aprender esse jogo de tabuleiro como também vai conhecer os detalhes de cada partida. Além de entender quais os benefícios que esse esporte mental traz para a sua vida.

De acordo com Luiz, para ganhar o jogador deve “conhecer os movimentos, algumas dicas de aberturas e alguns mates básicos”. Portanto, vamos conhecer mais detalhes sobre cada um desses tópicos.

Como jogar xadrez?

Antes de mais nada é preciso estabelecer o objetivo principal do jogo que é atacar o rei adversário, deixando-o sem defesa. Quando isso ocorre, chama-se de xeque-mate. E é assim que o jogador vence o jogo.

Mas para chegar nesse ponto em específico é preciso percorrer um caminho, o qual exige entendimento do jogo e criatividade para combinar os movimentos as diversas peças que estão no jogo.

Menino jogando xadrez

O tabuleiro de xadrez tem 64 casas, e 16 peças para cada jogador (Foto: depositphotos)

São 16 peças para cada jogador que se chama enxadrista. Oito peões, duas torres, dois cavalos, dois bispos, uma rainha chamada de Dama e um Rei”, explica o professor de xadrez Luiz Marinho. Ainda segundo o docente, o tabuleiro para esse jogo é de 64 casas com colunas verticais identificas pelas letras de A a H e linhas horizontais enumeradas de 1 ao 8.

Apesar das diversas peças, casa uma obedece a um movimento exclusivo. Por essa razão, cabe ao jogador saber qual usar e em qual momento para que se resulte em um ataque definitivo ao adversário.

Já ao oponente, cabe evitar esse final. E mais, ele precisa estudar estratégias para propor um contra jogo. Diante disso, os jogadores precisam estar atentos as fases do jogo, que segundo Luiz Marinho são: abertura, meio jogo e final.

“Abertura: primeiros dez a vinte lances quando cada jogador escolhe uma estratégia de jogo”, explica o professor. Já o meio jogo é a análise das posições fracas e débeis do adversário, visando ganhar posições ou capturar as peças adversárias. “Final é quando busca executar o xeque mate”, finaliza.

Veja também: Como criar jogos fáceis e educativos

Regras do xadrez

No xadrez há peças claras e escuras, mas de acordo com as regras o jogador com as pedras claras começa a partida. No entanto, o oponente com as peças escuras escolhe o lado que o relógio ficará durante a partida.

Nos torneios e nas partidas comuns de xadrez há três possibilidades de resultado de jogo: vencer, valendo um ponto; empatar, recebendo meio ponto; ou perder e não conseguir nenhuma pontuação.

Além disso, as peças também têm valores absolutos. De acordo com Luiz Marinho, o rei possui valor infinito, a dama (rainha) vale 9, torre 5, cavalo e bispo 3 e peões 1. “Ao executar os primeiros movimentos cada peça ganha força,passando de peça passiva para peça ativa”, explica o professor.

Movimentações das peças

Diante das peças já listadas, pode-se explicar as movimentações de cada uma. Começando pelo peão, que só anda na mesma coluna que encontra-se e só captura na casa diagonal à sua. Como primeiro movimento, essa peça pode andar até duas casas para frente, nos demais apenas uma.

Além disso, essa peça também pode se tornar um peão promovido. Isso ocorre quando ele alcança a última fileira adversária e assim pode ser substituído por outra peça mais forte que já tinha sido capturada.

Já o cavalo anda sempre fazendo o movimento de “L”, sendo três casas na horizontal e duas na vertical. Essa é a única peça que pode se movimentar por cima de outras, tanto do próprio jogador como do adversário.

O bispo por sua vez, anda sempre na diagonal e não tem limites de casas. Enquanto isso as torres podem se movimentar apenas para os lados, para frente ou para trás, também sem limites de casas.

As únicas peças que andam para todas as direções são a dama e o rei. No entanto, no último caso ele só pode andar apenas uma casa. Ao contrário da rainha, que pode escolher quantas casas de mover.

Jogadas de xadrez

As jogadas de xadrez devem ser pensadas para ter como finalidade dar um xeque ou um xeque mate no adversário. “O primeiro é um ataque ao rei, geralmente para ganhar peças desprotegidas ou pra obrigá-lo a sair de determinada posição”, conta Luiz.

Já com relação ao xeque mate, como o próprio nome já induz, trata-se de uma jogada que visa deixar o rei adversário sem saída. E é assim que finaliza-se uma partida.  E o professor complementa, “o primeiro pode ser dado quantas vezes o adversário queira, porém, se não houver objetividade é perca de tempo.”

Ainda segundo Luiz, existem os mates básicos. Nessas situações, o jogador pode atacar o rei adversário com duas ou mais peças, bloqueando todas as casas. É possível ainda encurralar o rei no próprio tabuleiro, obrigando-o a ir para os cantos da mesa.

“Pra vencer é importante ter um conhecimento básico de cada etapa da partida e buscar sempre o controle de linhas de ataque e de defesa”, alerta o professor de xadrez.

Veja também: Estimule a criatividade com brinquedos de material reciclado

Dúvidas sobre o jogo

Mesmo com todas essas informações, é possível que algumas pessoas ainda tenham dúvidas com relação a esse tema. Por isso, separamos algumas das principais questões sobre o assunto e trouxemos as repostas para vocês.

Dupla jogando xadrez

O jogo de xadrez começa pelo jogador com as peças mais claras (Foto: depositphotos)

Entre as dúvidas mais comuns estão: Como se começa um jogo de xadrez? Qual a movimentação do rei? Quantos peões estão no jogo? E quando é possível dar empate no xadrez? Acompanhe as respostas a seguir!

Como se começa um jogo de xadrez?

Como já mencionado, o jogo de xadrez começa pelo jogador com as peças mais claras. Ele pode mover qualquer peão ou um dos dois cavalos, uma vez que essa peça pode passar por cima das outras.

As partidas podem variar com relação ao tempo. Levando em consideração as informações do professor Luiz, elas podem ser de três modalidades. A primeira delas é a relâmpago, pois é rápida, onde cada jogador tem 10 minutos durante a partida para pensar e elaborar suas jogadas.

No segundo tipo chamado de rápido, o jogo também é dinâmico, mas o tempo demora mais que 10 minutos. Por fim, há o xadrez clássico ou pensado, quando a partida dura mais que uma hora. Apesar das diferenças, não há uma regra de quando cada um vai acontecer, isso fica por escolha dos participantes que decidem amistosamente.

Como o rei do xadrez se movimenta?

O rei é uma das únicas peças que pode andar para todas as direções. Para frente, para trás, para os lados ou na diagonal. Porém, ele só anda uma casa por vez. Ao contrário da rainha que pode fazer tudo que ele faz e ainda andar quantas casas quiser.

Quantos peões têm no jogo de xadrez?

Cada jogador possui oito peões, que ficam enfileirados, um ao lado do outro no tabuleiro. Além dos peões, os participantes têm direito a duas torres, dois cavalos, dois bispos, uma rainha e um rei.

Quando dá empate no xadrez?

Luiz Marinho explica que o empate no xadrez pode surgir se sobrar apenas os reis no tabuleiro. Ninguém vence também quando um jogador tem o rei e o cavalo ou bispo e o oponente tem apenas o rei.

É decretado empate “quando um jogador não pode mover suas peças por estarem bloqueadas e também não pode mover o rei por não ter casas livres dos ataques feitos por peças adversárias ou ainda por repetição do mesmo movimento por três lances seguidos”, explica o professor de xadrez.

Jogar xadrez online

Jogar xadrez online é uma boa oportunidade para ganhar conhecimento e experiência nesse jogo de tabuleiro. Isso porque você pode praticar com pessoas de todos os lugares do Brasil e do mundo. Para isso, basta escolher um site que ofereça o xadrez online, como: Linchess.org, Chess24 e Chess.com.

Veja tambémTangram: saiba um pouco mais sobre esse jogo e seu uso didático

Benefícios desse jogo

Para quem não sabe, diversão é apenas um dos benefícios de jogar xadrez. Isso porque, esse jogo de tabuleiro, mesmo com algumas regras, pode fazer muito bem para a mente dos jogadores.

Por exemplo, de uma forma geral, o xadrez contribui para o desenvolvimento da memória, criatividade e autocontrole. Também é possível aprender sobre respeito mútuo, autodisciplina e senso de senso de responsabilidade.

Além disso, aprender como jogar xadrez pode melhorar o raciocínio lógico e o pensamento analítico espacial. Assim como também contribui com o aumento do QI de quem pratica essa atividade.

Outros benefícios de jogar xadrez são:

  • Pode ajudar na prevenção de demência e mal de Alzheimer
  • Estimula a concentração, a aprendizagem e a criatividade
  • Promove o desenvolvimento cerebral, pois o jogo necessita que o oponentes pensem e desenvolvam suas jogadas com inteligência
  • Melhora a capacidade resolver problemas
  • Pode ser uma saída para recuperar os pacientes que sofreram de Acidente Vascular Cerebral

Veja mais!