Publicado por Prof. Luana Polon

Você sabe quais são as cores e o significado da bandeira da Itália? Assim como os demais países do mundo, a Itália tem elementos simbólicos que constituem sua identidade, como o hino nacional, os brasões, mas principalmente sua bandeira.

As cores da bandeira da Itália tem um significado próprio, relacionado com as próprias características deste país europeu.

Além disso, a Itália é um país bem interessante, berço de muitos imigrantes que vieram ao Brasil em séculos anteriores, e que hoje já constituem gerações de descendentes italianos no Brasil.

Neste artigo, você conhecerá mais sobre a Itália, especialmente sobre a sua bandeira. Também conhecerá o significado das cores desse símbolo, além de ver uma imagem sobre essa bandeira.

Cores da bandeira da Itália

A bandeira da Itália é relativamente simples em sua composição. Assim como muitas outras bandeiras de países, adota apenas um conjunto de cores, sem outros símbolos gráficos sobre ela.

Bandeira da Itália

A bandeira da Itália é uma tricolor simples: verde, branca e vermelha (Foto: depositphotos)

São apenas três faixas dispostas em sentido vertical, todas com a mesma dimensão. Na parte esquerda da bandeira, perto do mastro, fica a cor verde. Ao centro fica a cor branca, e na lateral direita da bandeira, fica a cor vermelha. Portanto, é uma bandeira tricolor simples.

Antes desta bandeira, a Itália teve também outras configurações de bandeiras. Esse modelo foi criado em 1946, logo após o término da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), e oficialmente adotada em 1948.

No ano de 2003, o governo da Itália definiu os padrões de cores que devem ser utilizados em sua bandeira, configurando as cores autênticas deste símbolo nacional. Além disso, o uso da bandeira italiana deve respeitar o tamanho das três faixas, que são todas da mesma proporção.

Já a dimensão total da bandeira oficialmente utilizada é de 2:3 (especificações contidas na Constituição da República Italiana).

Qual o significado das cores da bandeira da Itália?

Existem duas interpretações possíveis para as cores da bandeira da Itália. Uma primeira e mais simples, a qual atribui as cores às características do ambiente italiano.

Assim, o verde seria uma representação das planícies e das colinas que formam o relevo daquele país. Já o branco seria uma representação da neve contida no topo dos Alpes, um conjunto de cordilheiras que se estende também pelo território da Itália. Já o vermelho seria uma representação do passado italiano, especialmente das guerras pela independência do território, onde o sangue dos guerreiros foi derramado.

No entanto, as cores da bandeira italiana são antigas. O primeiro registro do uso oficial destas cores denota da criação da República Cispadana em 1796 pelo exército de Napoleão Bonaparte.

Bandeira da Itália trêmula

As cores da bandeira podem ter um significado histórico (Foto: depositphotos)

Na ocasião, teria se optado por tais cores como uma referência a símbolos da época. Assim, o vermelho e o branco eram representativos da bandeira de Milão. Já o verde seria uma referência ao uniforme utilizado pela guarda de Milão, que era da mesma cor.

Antes de ter uma bandeira única, havia várias bandeiras no território da Itália, já que cada reino tinha sua própria forma de representação de sua identidade.

Não há uma forma única de interpretar as cores da bandeira da Itália, já que algumas teorias apontam para uma interpretação mais história, enquanto outras atribuem às características físicas daquele ambiente.

A Itália

A República Italiana, ou mais conhecida como Itália, é um país que está localizado no continente europeu. A Itália localiza-se na porção Centro-Sul da Europa, as fronteiras do país são com a França, Suíça, Áustria e a Eslovênia ao Norte.

Já a porção Sul é formada pela Península Itálica, a Sicília e a Sardenha, sendo estas duas últimas ilhas que ficam no Mar Mediterrâneo.

É na Itália que está localizado o Vaticano, que é o menor Estado Independente do mundo. O Vaticano fica em Roma, que é a capital da Itália, e é aquele local onde fica a sede mundial da Igreja Católica, onde vive o Papa, maior líder da religião católica mundial.

A Itália faz parte da União Europeia desde o ano de 1958. Dentre as exportações da Itália, que são os produtos que a Itália envia para outros países, mais da metade é para outros países membros da União Europeia.

Coliseu em Roma

O Coliseu é um dos pontos turísticos de Roma, capital da Itália (Foto: depositphotos)

Da mesma forma, dos produtos que entram na Itália, mais de 60% é advindo de países que constituem a União Europeia. Essa é uma estratégia de valorização dos países que formam esse bloco econômico.

A Itália é um dos mais importantes centros turísticos do mundo. É neste país que ficam lugares importantes como o Coliseu, em Roma, bem como outras construções em ruínas datadas da Idade Média.

Além disso, o Vaticano atrai fiéis católicos, que vão para Roma conhecer esse símbolo da religião. Outros pontos turísticos importantes são a Torre de Pisa, as praças históricas, palácios, catedrais e pontes, formando um conjunto de grande beleza naquele país.

Além de sua beleza, a Itália possui uma história bastante antiga, tendo influenciado grandemente a cultura da Europa, mas também de outras partes do mundo, para onde parte do seu povo se deslocou.

Exemplo disso são os aspectos culturais italianos que se refletem na cultura brasileira, especialmente na região Sul do país, para onde a maior parte dos imigrantes italianos se deslocou em séculos passados. A história da Itália se reflete em sua bandeira, nas cores e em seus significados.

Conclusão

As cores da bandeira da Itália refletem aspectos da história desse país. A bandeira italiana é uma tricolor simples, sem maiores detalhes como símbolos ou frases. Ela é composta por três faixas em sentido vertical, todas do mesmo tamanho, sendo as cores verde, branca e vermelha.

Apesar desse conjunto de cores já ser utilizado há muitos anos na Itália, foi apenas em 1946 que o modelo atual da bandeira foi criado, e oficializado apenas no ano de 1948.

A Itália é um país muito interessante, seja pela sua história, seja pelas opções turísticas ou pela cultura do povo local. A Itália é parte da União Europeia e possui uma economia desenvolvida no âmbito da Europa.

*Luana Polon é Mestre em Geografia pela Unioeste, Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU).

Referências

UNIÃO EUROPEIA. Itália. Disponível em: https://europa.eu/european-union/about-eu/countries/member-countries/italy_pt. Acesso em 07 fev. 2019.

ITÁLIA. Senato dela Repubblica. Constituzione Italiana. Disponível em: https://www.senato.it/application/xmanager/projects/leg18/file/repository/relazioni/libreria/novita/XVII/COST_PORTOGHESE.pdf. Acesso em 07 fev. 2019.

Veja mais!