Publicado por Lia Vieira

Êxodo rural é a migração de trabalhadores rurais em direção aos grandes centros urbanos. Isso ocorre no Brasil, por trabalhadores que possuem ambições de vida, na tentativa de enriquecer, buscando melhorias de qualidade de vida. Porém, nem sempre estas perspectivas são alcançadas se tornando grandes frustrações conforme a dura realidade de cada indivíduo. Esse fenômeno surgiu com o crescimento das indústrias e o aumento da vida urbana, movido por um processo de mecanização do campo, fazendo com que vários trabalhadores perdessem os seus trabalhos.

Ápice na década de 60

O grande auge registrado dentro do Brasil, foi durante a década de 1960, no governo de Juscelino Kubitscheck. Através da abertura econômica para capital internacional, grandes multinacionais e montadoras localizadas na região Sudoeste do país, receberam grande investimento do governo brasileiro.

Com isso, muitos trabalhadores do Norte e do Nordeste realizaram o êxodo rural, migrando em grande quantidade para a região central do Brasil, todos em busca de empregos na área da construção civil.

Êxodo rural

Foto: Reprodução

Principais problemas do êxodo rural

  • Diminuição da população rural;
  • Escassez de mão-de-obra e diminuição de produção de alimentos;
  • Diminuição de matéria prima;
  • Aumento da inflação;
  • Aumento no custo de vida.

Problemas ocasionados pelo êxodo rural nas áreas urbanas

Aumento do desemprego

Ocorre através do rápido aumento da população, o mercado de trabalho não consegue garantir emprego para todos os interessados, além da dificuldade em relação à falta de qualificação de mão-de-obra profissional.

Aumento do subemprego

Pessoas que se sujeitam a desempenhar funções e serviços sem vínculos empregatícios, para conseguir adquirir um sustento básico.

Aumento de favelas

Com a falta de emprego e os problemas de baixa renda, se desenvolveram problemas na configuração das cidades. O indivíduo que se vê sem condições financeiras de comprar um imóvel digno, acaba decidindo morar em áreas periféricas, onde em muitos casos correm riscos de desabamento de construções mal feitas em bairros marginalizados sem a devida legalidade, e na grande maioria sem serviços essenciais como saneamento, saúde, escola e transporte.

Aumento da criminalidade

Com a falta de oportunidade, surge o aumento na criminalidade, atividades ilícitas, como por exemplo, a prostituição, tráfico de drogas e formação de quadrilhas.

O êxodo rural nos dias de hoje

Atualmente, o êxodo rural ocorre em menor percentual, porém ainda é praticado. Ações governamentais como incentivo aos trabalhadores rurais, subsídios e melhor planejamento urbano são algumas das alternativas que surgiram para ajudar a diminuir este problema.

Atualmente o governo busca manter o indivíduo do campo no campo, evitando assim que este se torne mais um percentual geográfico nas grandes capitais do Brasil.

Veja mais!