Publicado por Prof. Luana Polon

Popularmente conhecida como o “pulmão do mundo”, a Floresta Amazônica ocupa uma ampla porção do território brasileiro, constituindo o maior bioma do país.

A Floresta Amazônica não está restrita apenas ao território brasileiro, mas ocupa as terras de outros países também, como Colômbia, Bolívia, Equador, Venezuela, Peru, Guiana, Guiana Francesa e Suriname.

É a região da maior bacia hidrográfica do mundo, formada pelo Rio Amazonas e seus afluentes. Além disso, abriga uma imensa quantidade de espécies de flora (plantas) e fauna (animais).

Por tudo isso, a Floresta Amazônica é um ambiente que precisa de atenção especial, visando que as ações humanas não destruam sua biodiversidade.

Localização da Floresta Amazônica

A Floresta Amazônica é também conhecida como Floresta Equatorial, é um bioma que está localizado no território brasileiro, mas que se estende também para os territórios do Peru, da Colômbia, Equador, da Venezuela, da Bolívia, da Guiana, do Suriname e também da Guiana Francesa.

Floresta Amazônica

A Floresta Amazônica está presente no Brasil e em outros 8 países (Foto: depositphotos)

No total, a Floresta Amazônica possui mais de 7 milhões de quilômetros quadrados, sendo que a maior parte dela está em território brasileiro, aproximadamente 5,5 milhões de quilômetros quadrados.

Os estados brasileiros onde o bioma ocorre são o Acre, o Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e parte dos estados do Tocantins, Maranhão e Mato Grosso.

Bioma e os Ecossistemas

A Floresta Amazônica é um dos biomas brasileiros. Um bioma é um conjunto de elementos físicos heterogêneos, como vegetação, clima e solos, onde se constituem formas de vida adaptadas às condições deste local.

Os biomas brasileiros são o Cerrado, a Caatinga, Mata Atlântica, Pantanal, Pampa e Amazônia. Destes, o maior é a Floresta Amazônica, que também é conhecida como Floresta Equatorial.

Nesta floresta, existem vários ecossistemas, que são comunidades vivas que habitam e interagem entre si numa determinada região.

Por conta desta grande biodiversidade, a floresta é um espaço dinâmico e que sofre muito com as intervenções dos seres humanos, as quais podem desequilibrar estes ecossistemas.

Clima

A Floresta Amazônica está localizada numa região da Terra denominada de Zona Climática Tropical, nas proximidades da Linha do Equador.

Essa região possui um clima quente, do tipo Equatorial Úmido, e uma média de temperatura anual de 24°C. Não há grandes variações de temperatura ao longo dos dias, nem mesmo no decorrer do ano, fazendo com que haja uma pequena amplitude térmica.

As chuvas são bastante elevadas, com cerca de 2.500 milímetros por ano, um dos maiores índices de chuva do mundo. Essas condições, clima quente e úmido, são propícias para o desenvolvimento de florestas exuberantes, as quais abrigam uma grande biodiversidade.

Flora/Vegetação

A Floresta Amazônica possui um número enorme de variedades de espécies vegetais, sendo que a maioria delas é perene. Ou seja, ficam verdes durante todo o ano, sem ao menos perderem suas folhas.

A Floresta Amazônica é formada por três estratos de vegetação, sendo eles:

  • Mata de Terra Firme: localizada em áreas nas quais não há alagamentos, constituindo a maior parte deste bioma
  • Mata de Várzea: vegetação que se desenvolve em áreas que estão sujeitas a inundações periodicamente
  • Mata de Igapó: se desenvolve em áreas permanentemente alagadas, nos trechos dos rios.

Fauna/Animais

Com uma vegetação tão rica, é esperado que a fauna da Floresta Amazônica seja também muito diversificada. São mais de 470 espécies de mamíferos, 3.000 peixes e 1.800 aves, além de mais milhares de espécies de insetos e répteis.

Muitos animais desses são encontrados apenas na região amazônica (espécies endêmicas), e em nenhuma outra floresta o mundo.

Isso faz com que várias espécies estejam ameaçadas de extinção, principalmente pelas ações humanas que causam degradação na floresta.

Importância e preservação

A Floresta Amazônica está localizada na maior bacia hidrográfica do mundo, a Bacia Hidrográfica Amazônica, formada pelo Rio Amazonas e seus afluentes.

A bacia amazônica é muito importante para a região, pois além de abastecer as comunidades com água potável, é fonte de sustento para as comunidades que dependem dos peixes, bem como via navegável importante de deslocamento.

Além disso, nos afluentes do Rio Amazonas estão importantes usinas hidrelétricas brasileiras.

A Floresta Amazônica é um bioma complexo, formado por vários ecossistemas que interagem entre si. Quando um destes ecossistemas é impactado, todos os demais também o são.

A Floresta Amazônica é um bioma autossustentável, ou seja, todas as formas de vida estão interligadas e permitem que haja um equilíbrio natural.

Apesar das tentativas de conscientização, a Floresta Amazônica continua sendo degradada pelas ações humanas.

Um dos principais fatores de degradação da Floresta Amazônica é um fenômeno chamado de expansão da fronteira agropecuária, quando as terras da Floresta Amazônica são utilizadas para criação de gado, bem como para plantação de grãos que servirão de alimento para os bovinos.

Além disso, a ação de empresas madeireiras sem autorização também é um dos graves problemas na Floresta Amazônica. Com isso, não apenas a vegetação e os animais sofrem, mas também as comunidades tradicionais, como indígenas, quilombolas e ribeirinhos que vivem na região.

Curiosidades

  • Hoje se questiona muito esse conceito de que a Floresta Amazônica é o “pulmão do mundo”. Isso porque, cientistas acreditam que na verdade são as algas marinhas que fazem o trabalho de liberação do oxigênio na atmosfera. Apesar disso, ainda existem contradições sobre este assunto
  • Na Floresta Amazônica está o segundo maior rio do mundo, ficando apenas atrás do Rio Nilo, que é o Rio Amazonas. Este rio nasce na Cordilheira dos Andes, no Peru, e deságua no Oceano Atlântico
  • Existem várias tribos indígenas vivendo nas terras da Floresta Amazônica, algumas das quais ainda não possuem muito contato com pessoas de fora, vivendo praticamente isoladas
  • A Floresta Amazônica é um dos lugares mais monitorados do mundo, visando evitar que o desflorestamento continue. Apesar disso, os dados mostram que a devastação do bioma tem crescido nos últimos anos.

*Luana Polon é Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).

Referências

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. “Amazônia“. Disponível em: http://www.mma.gov.br/biomas/amaz%C3%B4nia. Acesso em 19 mar. 2019.

POLON, Luana. Estudo Prático. “Floresta Amazônica“. Disponível em: https://www.estudopratico.com.br/floresta-amazonica-caracteristicas-e-o-que-a-prejudica/. Acesso em 19 mar. 2019.

POLON, Luana. Estudo Kids. “Os tipos de vegetação“. Disponível em: https://www.estudokids.com.br/os-tipos-de-vegetacao/. Acesso em 19 mar. 2019.

Veja mais!